Facebook Webmail Fale Conosco

(51) 3663.4900

Notícias

Estacionamento Rotativo é amplamente discutido pela Câmara de Vereadores


08/09/2017



Um dos problemas mais comuns em grandes centros começou a afetar o município de Osório já a algum tempo. A falta de vagas na área central da cidade já se torna um transtorno para moradores, empresários e turistas que trafegam pelas ruas do município. A solução apontada pela administração municipal, assim como o modelo seguido em diversas cidades, é a implantação do estacionamento rotativo.

No final do mês de julho, chegou a Casa Legislativa para apreciação o Projeto de Lei nº 097/2017, que cria áreas do sistema de estacionamento rotativo controlado, no município de Osório.

O tema que já foi discutido na legislatura anterior, tem grande repercussão e vem dividindo opiniões na cidade. Hoje o objetivo da Câmara é novamente abordar o assunto, retomando a discussão em formato de reuniões com as entidades civis organizadas e posteriormente a realização de uma audiência pública, observando as considerações da comunidade.

O projeto tramita na comissão de Constituição e Justiça da Casa, que já realizou encontros para discussão da matéria com a Associação Comercial de Osório – ACIO, Conselho Municipal de Trânsito, Sindilojas e Sindicomerciários, inclusive incluindo uma ida deste grupo junto aos Vereadores à cidade de Canela, onde receberam informações técnicas do diretor do Departamento de Transportes da cidade.

A implantação do rotativo prevê gerar maior fluxo de veículos viabilizando um incremento comercial, com a democratização dos espaços públicos e maior facilidade de acesso, tornando a ocupação ágil e rápida.

Até a presente data já foi apresentada uma emenda ao Projeto de Lei nº 097/2017, resultado dos encontros promovidos pela Câmara junto às entidades.

As áreas que poderão ser abrangidas pelo estacionamento rotativo incluem parte central da cidade e da Rua Costa Gama, conforme mapa.

O projeto segue em tramitação na Câmara, podendo ainda sofrer alterações. O presidente do Legislativo Martim Tressoldi já manifestou sua posição sobre a necessidade de votação da matéria ainda este ano.



Voltar